Garoto que abrigava feto de irmão gêmeo na barriga se recupera de cirurgia

31/01/2012 20:15

A cirurgia de retirada do “gêmeo parasita” do abdômen do menino peruano Isbac Pacunda, de três anos, foi bem sucedida, de acordo com o jornal “La Republica”. O procedimento, realizado em Chiclayo, norte do Peru, durou três horas e meia. O feto estava unido ao rim direito do menino.

“O corpo que conseguimos extrair se encontrava encapsulado no ventre do menino. Mede aproximadamente 25 centímetros e pesa 1,2 kg. Poderia ser comparado com um feto de 4 ou 5 meses. Graças ao encapsulamento do feto, não comprometeu nenhum órgão vital, tinha apenas um vínculo com o rim, o que fez com que demorássemos mais na intervenção”, disse o médido pediatra Carlos Astocóndor. O garoto levará uma vida normal após recuperar-se da cirurgia, frisou o médido.