Candidato é preso trocando dinheiro por apoio político

29/02/2012 09:14
Na última sexta-feira (24), a Promotoria de Justiça de Campo Novo (RS), dando continuidade às investigações da Operação "Mala Preta", efetuou a prisão em flagrante de um pretenso candidato a Prefeito Municipal de Campo Novo, no Noroeste do Rio Grande do Sul.

O Ministério Público do Estado havia recebido a denúncia de que o homem estava oferecendo valores em dinheiro a presidentes de partidos políticos da região, para apoiar a sua futura candidatura à Chefia do Poder Executivo Municipal. A investigação criminal, que contou com o apoio de Agentes do Sistema Integrado de Investigação Criminal (SISCrim), transcorreu de maneira sigilosa a cargo do Ministério Público, mediante autorização judicial.

Durante as investigações, o promotor de Justiça Substituto de Campo Novo e com atribuições perante a Justiça Eleitoral, Eduardo Bodanezi Lorenzi, identificou a existência de um esquema fraudulento para favorecer o candidato na corrida eleitoral, consistente no oferecimento de valores a membros de partidos políticos para formar coligações e apoiar sua futura candidatura, o que caracteriza, em tese, o delito de corrupção eleitoral, previsto no artigo 299 do Código Eleitoral, conduta conhecida como "compra de votos".

A Operação intitulada "Mala Preta" contou com a colaboração do Gabinete de Assessoramento Eleitoral e do Núcleo de Inteligência do Ministério Público, órgãos pertencentes à Subprocuradoria-Geral para Assuntos Institucionais, os quais apoiaram a atuação do Promotor de Justiça.

Segundo Lorenzi, "o trabalho investigativo que redundou na prisão em flagrante é apenas uma mostra da contundente atuação do Ministério Público na área eleitoral, que certamente irá se intensificar à medida em que o processo eleitoral adquirir celeridade e aproximação do pleito". (com informações da Ministério Público do Rio Grande do Sul)
 se prepare por as negociações estão correndo solta por ai  e aqui no PR não é diferente