Advogado impedido tenta atuar e acaba preso

21/03/2012 01:11

O advogado Evanil Pelicon, de 51 anos, foi detido no final da manhã desta terça-feira (20) sob a acusação de exercício ilegal da profissão. Ele recebeu voz de prisão após comparecer ao setor de Carta Precatória da 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá, para fazer a solicitação de acesso a um procedimento instaurado contra um suposto cliente.

Quando a escrivã Zora Nepomuceno, responsável pelo setor, solicitou a identificação do advogado, Pelicon apresentou a carteira antiga da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e alegou que havia esquecido a nova, com chip, no escritório.

Desconfiada a escrivã consultou a lista ativa de advogados da Subseção da OAB de Maringá e não encontrou o nome de Pelicon. Ela então telefonou para a Ordem e foi informada que o acusado estava impedido de atuar desde 2008 por conta de inúmeros processos, sendo que alguns deles ainda estão em andamento. A OAB, no entanto, não informou a que tipo de acusação Pelicon responde.

O advogado foi indiciado em Termo Circunstanciado por exercício ilegal da profissão e liberado em seguida.